Barbatanas Reaction

Realizada com o exclusivo sistema de injecção de três materiais Cressi-Sub (patenteado), responde plenamente às tendências do mergulho moderno, com uma dimensões e pesos moderados e uma excelente combinação de resistência, potência, conforto e estética. A base principal da estrutura é a utilização do polipropileno como material de excelente rendimento mecânico.
Materiais:
1. - Corpo principal em Polipropileno: Este material, herdado das barbatanas de apneia, tem como principal característica a rapidíssima transmissão da energia aplicada e a sua rigidez estrutural. Aplica-se na pala e na zona interna de "sandwuich" da sola. É muito nervoso e reactivo e oferece uma movimentação ágil e efectiva. Tem uma relação esforço/rendimento muito superior aos materiasi tradicionais (borracha natural ou termo plástico).
2. - Elastómero flexível: Aplica-se no pé e nas zonas que requerem flexibilidade e elasticidade já que influenciam no conforto do mergulhador. Na ponta do pé, no interior da sola e na zona de contacto com o tornozelo. Nas zonas que requerem uma capacidade anti deslizante: inserções na sola (zona de contacto com o solo) e anti golpe, como nos nervos laterais da pala. A fusão de ambos os materiais realiza-se a nível molecular.
3. - Elastómero compacto: flexível mas não elástico. Aplica-se nas zonas que requerem uma composição mais firme, anti deslizante e de grande resistência: Nervos longitudinais, sola do pé e na banda debaixo da pala, sendo os nervos de uma só peça, evitando a tão habitual perda de energia, através de compostos excessivamente flexíveis do pé (natação pesada, lenta e cansativa). Tem um menor efeito amortecedor da reacção da pala que a que tem uns nervos de borracha natural, mais grossos e pesados.
Estrutura
- Desenho "pé debaixo da pala": A pala nasce directamente da parte superior do pé, unindo solidariamente a barbatana ao pé e transmitindo todo o esforço gerado no movimento sem perdas de energia através de zonas brandas. Este formato permite canalizar a água desde o tornozelo até à borda da pala. Melhorando também a direcção do movimento, este desenho proporciona umas prestações entre 10 a 15 vezes superior às que corresponderia numa barbatanas sem este efeito (pé debaixo da pala).
- Nervos laterais duplos, alternando-se para obter uma estrutura e uma flexão plenamente controladas.
- Espessura da pala de perfil decrescente "espinha de peixe", para melhorar a direcção do movimento e conseguir uma maior inércia da parte final da barbatana.
- O pé está reforçado na zona superior mediante uma espessura suplementar e lateralmente por dois prolongamentos de polipropileno desde a pala, para evitar a dispersão de energia no processo de transmissão do pé para a pala.
- Pé com três volumes diferentes, com a zona central estreitada para que o pé se mantenha firmemente fixado no seu interior e a transmissão do esforço bota-pé-pala seja directo e preciso.
- Novas Fivelas basculantes 360º de regulação rápida. Permitem um posicionamento automático ideal das precintas durante movimento. Um novo sistema de bloqueio da fivela impossibilita a tão habitual libertação acidental da parte fêmea da fivela. A nova precinta, melhorada na elasticidade e fixação, inclusive para pés muito pequenos, também desliza melhor na fivela no processo de regulação.

Características técnicas

Tamanho Longitude Largura Altura Longitude pala Peso de uma Barbatana
XS 58.5 cm 20 cm 9 cm 32.5 cm 750 g
S/M 62 cm 21.5 cm 9 cm 34.5 cm 850 g
M/L 66 cm 23 cm 9.5 cm 37 cm 1050 g
L/XL 70 cm 24 cm 10 cm 39 cm 1150 g




facebook | Mapa do site | Contactos | Localização   © 2017 - Todos os direitos Reservados | Fotografia Manuel Silva